Fábrica Lumière

Este blog nasceu num café-bar chamado "Vertigo", em Lisboa. Pensámos logo que esse nome era um sinal... Só podia. Adoramos "fazer filmes", essa é que é a verdade! Mas inspiramo-nos sempre nos originais. Se a amizade morresse, sobraria inevitavelmente a paixão pela sétima arte que nos une.

março 06, 2006

Douradinhos (mas não da Pescanova)

Desculpem-me os meninos Heath, Joaquin e Mário, mas era ele que eu queria que ganhasse. E ganhou. E mereceu. E fez o melhor discurso da noite. E o ponto alto da minha madrugada.

3 Comments:

At 9:52 da tarde, Blogger Sony Hari said...

Tenho que ver o filme, para não envergonhar a "Fábrica Lumière" :)

 
At 10:54 da manhã, Anonymous Lumiére_Brother said...

Já estás a envergonhar..!
Vai ver que vale a pena. Muito bom mesmo.
E também me parece que foi bem entregue.
Bjs

 
At 11:32 da manhã, Blogger bolaxamaria said...

Concordo que fez um papelão, e que é brilhante como actor...
Mas o meu coração queria que o prémio fosse para o joaquin, que também fez um papelaço no walk the line...
Fica para a próxima :(

 

Enviar um comentário

<< Home