Fábrica Lumière

Este blog nasceu num café-bar chamado "Vertigo", em Lisboa. Pensámos logo que esse nome era um sinal... Só podia. Adoramos "fazer filmes", essa é que é a verdade! Mas inspiramo-nos sempre nos originais. Se a amizade morresse, sobraria inevitavelmente a paixão pela sétima arte que nos une.

fevereiro 22, 2005

Do céu caiu uma estrela 1

Audrey Hepburn (1929-1993)



Desde a primeira vez que a vi, no pequeno ecrã, ainda a preto-e-branco lá de casa, como aluna de Henry Higgins no "My Fair Lady", achei que Audrey Hepburn não era deste mundo. Sempre a imaginei como vivendo na tela, a olhar para a vitrine da Tiffany's, debaixo de um encantador chapéu, a adornar belas pérolas, a seduzir. Sempre a seduzir.

Nesta imagem de "Breakfast in Tiffany's", o olhar de Audrey está completamente abandonado ao destino da sua personagem de boneca de luxo, em vias de se perder no amor que tinha trocado por uma loja. Audrey também se trocou pelas personagens, como se, ao invés de ter nascido para as interpretar, estas só tivessem sido criadas para serem representadas por ela. Nunca consegui conceber uma vida real para Audrey; A dialogar com o relizador, a decorar o guião, a ir para casa, a ir ao médico...

E, no entanto, Audrey encarnou a dura realidade de milhões de crianças espalhadas pelo mundo (UNICEF), doando na vida fora da tela a generosidade e a doçura que transmitiu de dentro da mesma.

Envelheceu com o eterno sorriso de menina e a água nos olhos que envergonharam o orgulho de muitos homens. Uma estrela que continua a cair sobre nós sempre que no ecrã se acende.

6 Comments:

At 9:34 da manhã, Blogger Sony Hari said...

O encanto e a doçura de Audrey Hepburn são intemporais.

 
At 9:59 da manhã, Blogger Amélie said...

Eu também a vejo como um ser um tanto ou quanto etéreo... E claro, sou fã do seu encanto de menina/mulher.

 
At 10:14 da manhã, Blogger Lolita said...

Confesso: Se morrer e reencarnar quero vir como ela!

 
At 11:56 da manhã, Blogger O asdrúbal said...

Realmente, Lolita, estás cada vez mais doida... Só pensas em sexo!
AS, todos nós vivemos numa tela.

 
At 12:16 da tarde, Blogger Roxanne said...

Não há muitas estrelas assim...

 
At 12:34 da tarde, Blogger Aliggator said...

lamechisse típica de gaijas...

 

Enviar um comentário

<< Home